AVALIAÇÃO DA QUALIDADE DA ÁGUA DO MANANCIAL DE ABASTECIMENTO PÚBLICO DO MUNICÍPIO DE JI-PARANÁ-RO E SUA RELAÇÃO COM O USO E OCUPAÇÃO DO SOLO DA BACIA DO RIO URUPÁ

Geniane Trindade Ribeiro, Naara Ferreira Carvalho de Souza, Guilherme Bessa Bianchi, Beatriz Machado Gomes, Nara Luísa Reis de Andrade

Resumen


O presente estudo teve como objetivo avaliar a qualidade do manancial de captação da água para abastecimento público do município de Ji-Paraná - RO (rio Urupá), suas inter-relações com os diferentes usos e ocupações do solo ao longo do rio Urupá. Para tal, foi analisada uma série histórica de dez anos de dados de pH, cor aparente e turbidez, e realizadas análises para determinação do Índice de Qualidade de Água (IQA), a partir de coletas de amostras de água de cinco pontos amostrais, entre abril de 2016 e janeiro de 2017. Para a classificação dos usos do solo, foram adquiridas imagens do ano de 2006 e 2016 do município, sendo definidas oito classes temáticas por meio de Sistema de Informações Geográficas. Para a análise de dados foram realizados testes estatísticos não-paramétricos a nível de significância de 5% (α = 0.05). O IQA do rio Urupá enquadrou-se entre condições “aceitáveis” e “boas” (48 < IQA ≤ 73), sendo satisfatória a sua destinação para o abastecimento público. Entretanto, foi verificada deterioração progressiva de sua qualidade, conforme identificado pelas séries históricas, em especial das variáveis da cor aparente (incremento médio de 39.8%) e turbidez (incremento médio de 117.5%). Foi verificada ainda correlação inversamente proporcional entre a classe “vegetação” e a variável fósforo (r = -0.56) no período úmido-seco, e com as variáveis turbidez (r = -0.9), temperatura e IQA (r = 0.8) no período seco, indicando a importância da vegetação para manutenção da qualidade do manancial, sobretudo no período seco.


Palabras clave


índice de qualidade das águas; cobertura do solo; rio Urupá

Texto completo:

PDF (Português (Brasil))


DOI: http://dx.doi.org/10.22201/iingen.0718378xe.2022.15.1.77905